Colunistas



Alexandre Abdo

Jornalista, Poeta, Escritor, Artista Plástico, Designer Gráfico, Acadêmico Imortal em 10 academias de Ciências Letras e Artes, Comendador, Embaixador da Paz, Embaixador das Artes Letras e Cultura, Doutor Honoris Causa em Comunicação. CEO da TV Channel Network e Alegria de Pet.

Participa de várias Exposições de Artes.no Brasil e no Exterior. Participa de várias Antologias Poéticas. Nascido em São Paulo.

Colunista nos Portais NA MÍDIA, OLHAR DINÂMICO e JORNAL CULTURAL ROL.



Carla Ivana (Civana)

Civana é o pseudônimo de Carla Ivana Magalhães Santos, carioca, nascida em 15/09/1961, divorciada, mãe apaixonada, e formada em Letras: Português/Literatura. Desde os dezessete (17) anos que escreve, e afirma que não devemos esquecer os sonhos na gaveta. Ama poesias, haicais, contos, crônicas, criar e-books, e add-on para o jogo The Sims 1.

Seu primeiro livro de poesias, Navegando na Insônia, foi publicado em 2010 pela Editora Corpos, no Porto/Portugal. Participou em diversas Antologias de Poesias, Contos e Crônicas, nacionais e internacionais, desde 2009. Participa em diversas comunidades de poesias e redes sociais, onde expõe seus trabalhos.

Em 2010 assumiu a edição dos E-books da Poemas, editando em um novo formato, o 3D, proporcionando a visualização do e-book na tela como o folhear de páginas de um livro, onde até o som das páginas virando tornou-se possível.

Sua paixão pelo jogo The Sims surgiu quando buscou na internet informações para orientar seu filho a jogar. Em pouco tempo tornou-se ADM do Fórum The Sims Brasil e acabou criando junto com outros amigos o Grupo Sim S.A (Sim Sociedade Anônima). Seu extinto Site Sim S.A, embora nacional, infelizmente não foi tão divulgado entre os brasileiros na época (2002). Teve um acesso diário maravilhoso, mas de estrangeiros, o que de forma alguma deixou de ser gratificante. Hoje, os arquivos criados para o jogo podem ser encontrados na página do Grupo no Facebook.

Contato: civana@gmail.com



Claudete Silveira

Claudete da Silveira, nascida em 13/12/56 na cidade de Santa Cruz do Sul. Morou por mais de 40 anos na cidade de Cachoeira do Sul. Atualmente reside em Porto Alegre.

Professora Estadual. Não se considera escritora, mas uma aprendiz que escreve suas experiências.

Presidente da Associação Cultural Poemas à Flor da Pele de Porto Alegre/RS (de 2017 a 2021).

Contato: clausilveiralp@hotmail.com 



Dariely Maria Cabral de Barros Gonçalves

Casada, advogada, natural de Porto Alegre, RS, residente em Cachoeira do Sul e nesta cidade graduou-se em: Ciências Jurídicas e Sociais pela UNIVALI, 1987 e Pós-graduada em Direito Processual Civil pela ULBRA, 2006; é Acadêmica de Bacharelado em Filosofia – UNINTER. Fez, ainda, parte da Diretoria da Subseção da OAB pelo período de vinte anos, onde foi uma das fundadoras e coordenadoras dos projetos JUS Mulher e OAB vai à escola; cronista, com mais de cem crônicas publicadas: nos jornais “O Correio” e Jornal do Povo, este jornal que a laureou como Destaque expressão cultural, Jornal do Povo, em 2019. É membro do conselho consultivo da AMICUS – Amigos da Cultura de Cachoeira do Sul. Foi Oficineira, no projeto Sepé Tiaraju, “Educação contra a violência”, do MP/RS. Atuou, e ainda tua, como palestrante junto à escolas públicas e particulares sobre cidadania, a importância da leitura/direitos da mulher, violência.

Participou de duas coletâneas internacionais: Diálogos, pela Editora Gaya e Antologia Poética, pela CAPOLAT; é membro correspondente da Academia de Artes, Ciências e Letras Castro Alves, de Porto Alegre, RS, ocupando a cadeira 13; artista plástica; recebeu, também os prêmios: Voto de Louvor – Conselho Federal OAB e o Prêmio Mulher 2009, Saul Júnior, em Porto Alegre, RS.



Ernesto Braga

Ernesto Jesus Martins Braga, Gaúcho, nascido na cidade de Canoas, separado, 56 anos, pai da Júlia e do Raphael, profissional da iniciativa privada, formação em administração e atualmente no final do Curso de Licenciatura em Sociologia. Atualmente reside na cidade de Porto Alegre.

Membro, fundador por colaboração e admirador da Poemas à Flor da Pele desde o início de sua formação. Participou de algumas antologias na Casa do Poeta Camaquense (onde também foi membro fundador), na Poemas, em 2007, teve a honra de representar a Poemas e ser vencedor no Concurso “Expoesia” na Fundação Cultural do Esporte Clube Internacional.



Isadora Paiva Espinosa

Nasceu em Bagé-RS, começou a escrever em 31 de janeiro de 2014. É poeta, produtora de conteúdos do Junipampa - Jornal Universitário do Pampa e Acadêmica de Letras Línguas Adicionais, Inglês e Espanhol e suas respectivas literaturas pela Unipampa - Universidade Federal do Pampa. É Administradora da página do Facebook, Instagram e blog Poesia e Idiomas.

Gosta de escrever sobre sentimentos e sempre carregados de elementos da natureza, que são sua maior fonte de inspiração, de tudo que lhe transborda. Ama ler poesia, desde Mário Quintana até poetas contemporâneos, nacionais e da literatura inglesa e espanhola. Já publicou em algumas antologias: desde 2016 (volume 10) na Poemas à Flor da Pele interruptamente; Confinados Externados (autores bageenses) volumes 1 e 2, pela Externar Produtora; Tulipas Negras pela editora Darda; Coletânea Voos Literários e Antologia Poética II - I Prêmio Cantinho Girassol de Poesias. Tem um livro em formato de e-book “O Mar e os Sentimentos – Poemas de Reflexões” publicado pela Editora ComVerso Edições Literárias vendido pela Amazon.



Leila Silveira

Produtora Cultural, diretora de teatro, atriz, poeta. Assistente de direção no Curta metragem A Cidade é a Casa direção Alexandre Moraes. Coordenadora de projetos de literatura, saraus e encontros sobre escrita e poesia. Produtora e organizadora de Festivais de Teatro, de Dança, de Canto Coral. Produtora e Diretora do Teatro Tanabeira ( aposentados da Petrobras/Canoas Rs) grupo que completa 18 anos de atuação em 2021. Fez roteiro e argumentação no Documentário Trilogia DoCanoas, projeto aprovado na Lei Aldir Blanc 2020.

Escreve em blogs na internet desde 2009, participação em Coletâneas de Poesias de Minas Gerais, Encontros de Poesias na região do Vale dos Sinos e Porto Alegre. Membro da entidade Poemas a Flor da Pele, com publicações em suas coletâneas.

"Escrever é o sopro, levando a realidade, criando felicidade." Leila Silveira



Marcelo Gomes

É gaúcho, poeta e escritor, escreve poemas, mas tem preferência por contos de suspense. Está desengavetando-se.

"Como pode dormir em paz se o que você sonha são mentiras mal contadas? Como pode sair da cama todos os dias sabendo que um estranho dormiu nela... Você gosta ser vista mesmo quando esconde o que realmente sente? Você continua acreditando em todos menos em mim...não posso ajudar alguém que não quer ser salva... A única direção a seguir é a da indiferença... E suas algemas me deixam preso e perdido em um labirinto de emoções...Porque você não fala a verdade e me deixa aceitá-la? É mais fácil se esconder por trás de uma tela escura e sem vida, não posso seguir em frente enquanto não aceite o fato de que você me isola.., E me deixa ir embora sem um único adeus... Seus 'bom dia' são vazios e sem verdades... Sua resposta é fria e sem emoção e mesmo que eu ainda deite ao seu lado nossos mundos estarão distantes e cheios de obstáculos... Mesmo que caia a chuva que esconde minhas lágrimas, perto de você não vou estar... Então deite em sua cama e sonhe com alguém que realmente preencha seu diário de likes... Sua foto com a luz certa não vai te salvar de quem realmente você é... Sua idade não vai te comprar uma passagem para juventude.. Nem seu ego vai te impedir de jogar com um estranho... Sua frieza é como gelo em dias de verão... E não derrete em um copo vazio... Sua voz é como uma melodia sem letra e suas palavras só sabem dizer uma coisa: mentiras! E eu já conheço seu 'abc' de bobagens, então se não quer ficar comigo tire minhas algemas e me deixe viver em liberdade... Hoje sonhei com você." (Marcelo Gomes)



Marcelo Mourão

Marcelo Mourão estudou História (UFRJ) e Letras (Língua Portuguesa e Literatura) (UNESA). É mestre e doutorando em Literatura Brasileira (UERJ). É também poeta, escritor, pesquisador, crítico literário e produtor cultural. Idealizou, produz e apresenta o sarau POLEM, iniciado em 2008. Criou e desenvolveu o subgênero poético POEMEMES, que mescla a expressão poética com a linguagem dos memes. Desde 2021, é o vice-presidente da União Brasileira de Escritores (UBE).

Há textos seus publicados em várias antologias, periódicos literários, sites e revistas acadêmicas, do Rio e de outros estados brasileiros. Possui cinco livros solo editados: O diário do camaleão, poesia (2009); Temas em literaturas de língua portuguesa: os diferentes olhares, crítica literária (2015); Máquina mundi, poesia (2016); Rotas e rostos: questões de literatura brasileira, crítica literária (2019); e Poememes, poesia (2021). No segundo semestre deste ano de 2021, lançará seu sexto livro, o terceiro de crítica literária, intitulado Mosaico.

Contatos: polem.rio@gmail.com




Rosângela de Souza Goldoni

Rosângela de Souza Goldoni assina rosangelaSgoldoni, nasceu em Niterói, RJ, Brasil. Bancária aposentada, hoje bacharel em Direito pela UFF.

Afiliada às Associações Culturais Poemas à Flor da Pele, Porto Alegre, RS; Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil (AJEB/RJ); membro titular da União Brasileira de Escritores (UBE/RJ). Em 2017 filiou-se à APP (Associação Portuguesa de Poetas) e à ACLAL (Academia de Letras e Artes Lusófonas).

Participa de diversas publicações coletivas pelo Brasil, crônicas, poesias, revistas literárias. Seu primeiro livro solo foi lançado em 2014 (FIAPOS DE LUCIDEZ) em Porto Alegre. O segundo, OBSERVAÇÕES OUTONAIS, em 2018 na mesma Feira.

Contato: rogoldoni@gmail.com



Soninha Porto

Soninha Porto é pseudônimo escolhido em homenagem a Porto Alegre. Bacharel em Relações Públicas (PUCRS 1979), trabalhou na Caixa por 25 anos, tem três filhos, sua melhor poesia.

Sua caminhada pelo mundo da Poesia e dos livros aconteceu por acaso, mas é, hoje sabe, o que dá sentido a sua vida.

Tem várias comendas e premiações que lhe honram, às vezes quase nem acredita que é pra ela mesma, mas considera esse reconhecimento o incentivo para continuar com a bandeira da poesia nas mãos.

Participa de várias antologias brasileiras e seus versos estão circulando por aí, para sua alegria, o que é um dos objetivos de seu trabalho, levar a poesia aos 4 ventos.

Seu livro solo, o doEU, lançou em 2009, na Feira do Livro de Porto Alegre, e as antologias que coordena já estão no volume 7, trabalho que iniciou em 2008 com o grupo Poemas à Flor da Pele, na internet. Hoje, o grupo é registrado como Associação Cultural e tem vinculada à empresa a Editora Somar.

Contatos: heisoninha@gmail.com | poemasflordapele@gmail.com | somareditora@gmail.com