28 outubro 2020

Poemas de amor - Ontem dancei com você


Rostos colados
mãos entrelaçadas
corpos acalorados
falávamos aos sussurros
bailávamos no absurdo
corações aos pulos
no senso poeta da loucura
a pintar o amor sem censura
e gestos sem entraves
a música tocava suave
a paixão sempre se atreve
os olhares diziam tudo
falavam do amor profundo
escondido do mundo
amaram-se em breves instantes
feito dois errantes
nos braços do paraíso.
A música parou, que desatino!
Pensar que ontem dancei
--------------------hoje, sem você.

@soninhaportopoa

 

1 comentários:

Jorge Sader Filho disse...

"A música parou, que desatino!
Pensar que ontem dancei
--------------------hoje, sem você."
Um senhor final, Soninha!

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons