28 junho 2020

"Redescobrindo a minha biblioteca". (25/06/2020)



Descobri perdido entre meus livros esta preciosidade:
Poesia sem pele de Lau Siqueira, gaúcho de Jaguarão, que mora na Paraíba.
Seus poemas säo visuais, usa formatos diferenciados e símbolos pontuais que
desenham os poemas. Cria palavras que podemos facilmente compreender a
inspiracao do poeta. É brilhante. Selecionei os que me tocaram:
poetria
poema é face descoberta
de tudo que pulsa
poema é atitude permanente
em tudo que passa
(que massa)
------------------------------------------------
risos do vento
folia das folhas
no quintal
------------------------------------------------
conceito
não alongo
poemas
apenas curto
no máximo
s u r t o

Nenhuma descrição de foto disponível.

0 comentários:

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons