25 janeiro 2016

São Paulo 462


“São Paulo, de todos os Santos dos becos e do asfalto que samba e desfila sozinha. São Paulo, da poesia e dos bares, da nostalgia e das noites frias. É amor de quem fica e saudades dos que partem. São Paulo, de Gil e Caetanos, não é só dos paulistanos mas de outros tantos... 
São Paulo de pedra que acolhe e ampara os que nela se perdem... 
São Paulo, trabalho e esperanças que nunca se cansam.”

Reggina Moon 

0 comentários:

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons