08 outubro 2015

Poetar


Quero a ternura de um poema,
transbordando lirismo.
Encanto-me com as palavras,
por onde brotam rios de lágrimas...
Mas se nada me satisfaz, sou fria, inerte, jaz.
Só a poesia me devolve a paz. 
Desafiando os sentimentos,
sou poeta,
com meu arco-íris e flecha. 
Sim, mas faltam mais estrelas no céu, 
mais noites calmas, silêncios...
Falta-me mais tempo.


Reggina Moon 

2 comentários:

soninha porto disse...

Espetáculo!

soninha porto disse...

Espetáculo!

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons