01 novembro 2014

DIA DO POETA VIRTUAL: HOMENAGEM E AGRADECIMENTO Á POEMAS A FLOR DA PELE.

Ontem, quando comecei a escrever estas linhas,foi o dia do poeta virtual e também data de comemoração do nascimento de Carlos Dummond de Andrade. Duas realidades ás quais estou familiarizado. Na net tive a acolhida e o carinho desta casa que se chama Poemas á Flor da Pele, nome tão especial quanto oportuno para as pessoas que são responsáveis pelo espaço que este site, grupo, apresenta e para aqueles que nele participam. A poesia se apresenta em nós de formas diversas, consoantes com nossas sensibilidades, e sobre maneira á flor da pele... São expressão de nossos sentimentos, de sensações a que estamos expostos, ou que colocamos a mostra com o nosso exercício de escrita diário! Assim, se num primeiro momento a existência deste querido Poemas á Flor da Pele,pôde dar vazão ao que trazia e trago dentro de mim, nos momentos seguintes veio mostrar novos caminhos á minha poesia, e a de muitos outros poetas e poetisas presentes. Abrir portas, estimular, incentivar, foram sempre a tônica ao meu ver e sentir, deste que é um grande projeto de incentivo ás artes e sobretudo á literatura em nosso pais continental, Brasil. Rendo assim, as minhas homenagens a esta casa, Poemas á Flor da Pele, pelo muito que fez por mim, e pelo que faz para tantos poetas e poetisas deste pais. Venho abraçar na pessoa de Soninha Porto a todos os responsáveis por este grande projeto, e aos meus pares, num abraçar fraterno e amigo! Desejo imenso sucesso a todos os projetos em curso nesta casa, e aos que ainda virão! Ressaltando que minha ausencia não significa alheamento ao que está acontecendo. Quanto a Drummond, deixo aqui expressa a minha admiração pelo seu trabalho literário,e inclusive estive em sua terra, em sua casa, numa busca pelo seu espirito poético e sua humanidade... Fui em busca de aprendizado, já que estou em primeiras letras! E esta busca por mim mesmo, só foi em parte possivel, por ter sido acolhido e incentivado pelo Poemas á Flor da Pele! E peço permissão e desculpas por externar um sentimento bem pessoal: Soninha Porto, você é demais! Abraços fraternos sempre Edvaldo Rosa

0 comentários:

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons