13 junho 2014

PERFUME DA GRUTA




PERFUME DA GRUTA

 

Bastou uma gota

Uma gota distraída

Caída em minha mão

Para trazer-me esta saudade urgente

Desejo latente

De você em mim

 

Capto a sua presença

Visto-me do seu perfume e ausência

Fecho os meus olhos

E tento adivinhar cada nota

Cada acorde

Desta combinação

 

Cheiro de flor cálida

Pétalas maceradas

Em seu pote de mel embebidas

Notas quentes acordadas

Em cama desarrumada

Em plena manhã de sol

 

Passeio mais um pouco pelo seu rastro

Do sorriso colho o bálsamo

Das vermelhas groselhas o sumo

No céu da sua boca pintada

Tem notas açucaradas

Prontas para o beijo e consumo

 

Mergulho na leveza dos seus cabelos

Cheiro de brisa do mar

De folhas de violeta

Entregues ao vento dançante

De pérola escondida em concha morna

Com molho picante

 

Ah, este seu odor...

Este frescor que acende sua pele...

Cheiro de terra molhada

Canela, cascas de fruta

Essência da aberta rosa

Mistério de gruta

De gruta cheirosa...

 

Nilza Murakawa

 

0 comentários:

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons