04 abril 2014

CHAMADO


Importa que me chames
Menininha
Quando as rugas riem em meu rosto
Que me chames
Mulher
Quando o desejo em nossa pele aflorar
Importa que me chames
Amor
Quando a paixão nos olhos brilhar
De musa
Em eternos versos amorosos.

Menininha,
Mulher,
Amor,
Musa.

Mas acima de tudo
Importa que me chames
Alma Gêmea
Para sempre

Clau Assi

(Do livro Poemas à Flor da Pele – Volume 2, página 91)

1 comentários:

Reggina Moon disse...

Lindo demais Clau...pura sensibilidade, meus parabéns!
Beijos!

Moon

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons