05 março 2014

Sendo mulher (Jacqueline Aisenman)

Volta e meia era menina, de rosa e boneca e laço apertado. 

Volta meia era menino, rosto sujo, cara braba e vontade de brigar. 

Volta e tanta e meia a mais, virei mulher: em meio a tentar ser bonita e ser capaz e ser forte e... os saltos cansam, esqueço o batom e os cabelos se revoltam mais do que eu. 

Por isto, dentro aqui de mim ainda tem menina e menino. A menina que redescobre os brincos e brinca de ser mulher vaidosa e o menino que se joga na vida e nem quer saber que aparência tem. 

Mas a menina também luta feio e vigorosamente por tudo o que quer e o menino também se fantasia e permite voar entre os sonhos. 

Dentro de mim tem na verdade uma população inteira querendo existir e toda ela com um nome só: mulher!

0 comentários:

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons