05 março 2014

MULHER (Sol Figueiredo)




Mulher, és a que reluz nas estrelas,
No céu, és aquela que tanto brilha,
Mulher forte, uma Mulher Maravilha,
Ao norte, o Sol acorda só pra vê-la !...

Mulher doce que ora ri, ora chora,
Menina ainda, virando uma mulher...
Lutadora, pro que der e vier,
Pelos seus filhos, a fera, a toda hora!...

Mulher,... Ó mulher! Dizem que és tão frágil,
No trabalho em que atuas, és quão ágil,
A flor, que a todos encanta e seduz!...

Mulher, és tão ardente por carinho,
És a esposa, és amante no teu ninho,
Ternamente amas e refletes luz!...

© SOL Figueiredo

1 comentários:

Anônimo disse...

Em teu dia, Vênus
(LHenrique Mignone)

Perdoa-me, Vênus querida, se hoje, no que chamam teu dia,
Não te cubro de versos, de cantos, sonetos, odes e de prosas,
E me apresento a tua frente, simples, despido de hipocrisia,
Porém com todo meu amor, ofertando-te uma única rosa:
Se o oito de março, dizem, representa o dia de luta pela igualdade,
Pensa bem, em muito estão errados tais propósitos e atitudes,
Pois esta luta comum, minha e tua, tem que ser pela liberdade,
De seres o que realmente és: mulher, em toda tua plenitude.


Não te iguales aos homens, travestindo-te de rígidos músculos,
Não permite que se perca tua doçura, tua paixão, sensibilidade,
Sê, ao invés do sol inclemente a pino, a tepidez do crepúsculo,
Preserva a qualquer custo teu bem maior: tua doce feminilidade.
Realça ainda mais os atributos que te fazem única, obra prima,
Sê mãe, irmã, amiga, namorada, companheira, amante, ternura,
Sê guerreira, cidadã, força, raça e tudo mais que o amor exprima,
Mas não desças ao nível dos homens, deles não assimiles a loucura.


Ocupa no mundo o espaço que tua imensa capacidade te destina,
Não te preocupes em estar à frente, mas, ao invés, esteja ao lado,
Mais valor tem quem bem aconselha do que quem mal determina,
Não te juntes a nós, não nos permita continuar fazendo errado.
Assim, mulher amada, Vênus, minha musa, pelo tanto que te amo,
Por tudo que és, que admiro, reconheço e exalço em minhas poesias,
Hoje não é um dia especial, é um dia comum, por isto não declamo,
Pois, para mim, de minha vida, a cada segundo... todos são teus dias.

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons