02 novembro 2013

QUANDO EU PARTIR


Quando Eu Partir...

Quando me for,
por favor,
não exclamem: coitada!
Antes, quero-me maquiada:
olhos e boca,
faces rosadas.
Nada de palidez:
que me vejam como eu gostava
Quero o som da bossa nova
a embalar o sono eterno.
Nênias, dispenso.
Vou ao encontro de Nara Leão
e seu violão,
Johnny Alf e sua brisa,
Elis e seu jeito intimista.

No testamento, a lápide:
"Partiu Prosa,
Poética no Céu!"

Rogoldoni
22 01 2013
RL T 4 098 497

1 comentários:

soninha porto disse...

Tb queroooooooooooo!

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons