28 outubro 2013

SENSUALIDADE SEM VULGARIDADE


imagem www.ideiasdemulher.com.br


A palavra SENSUALIDADE tem sua origem no latim SENSUALIS, de SENSUALITAS, "sensualidade", capacidade para a sensação, para perceber através dos sentidos, de SENSUS, "sensação”.

A palavra EROTISMO vem do grego ÉROS, - ÓTOS, amor, desejo + - ismo.
Erotismo é um conjunto formado por ações e comportamentos que uma determinada sociedade desenvolve no decorrer de sua existência como forma de expressar seu sentimento de desejo, liberdade, que culmina na aceitação como parte da cultura de determinada etapa de sua existência. (Dicionário Informal)

Ser sensual, erótica, não é sinônimo de vulgaridade, bem ao contrário, é uma forma de ser, de expressar suas vontades, seus jeitos e desejos em relação ao outro, com um belo requinte de categoria. É ser ao mesmo tempo, firme e delicada, marcar presença sem exibicionismo, conquistar espaço, atrair olhares muitas vezes, sem ao menos ter beleza física.

A sensualidade apresenta-se no jeito de olhar, sorrir, vestir, de se portar... enfim, num jeito natural de ser de algumas pessoas que mesmo na mais modesta vestimenta não perdem o jeito sensual.
Quando não a possuímos ao natural podemos trabalhar este lado à fim de melhorarmos nosso lado feminino sem nos tornarmos pessoas vulgares nem darmos motivos para comentários desagradáveis. Para isto podemos contar com um grande número de profissionais que podem cuidar desde o nosso visual até o nosso psicológico.

Na área da literatura muitos autores dedicam boa parte do seu tempo aos textos sensuais através dos quais atingem um grande público de ambos os sexos que, por "N" motivos sentem-se contemplados em seus escritos. A carência afetiva do ser humano muitas vezes o leva a criar um mundo próprio de sonhos, surreal, ao qual se entrega aliviando-lhes o stress do dia-a-dia, de relações mal sucedidas e, ou outros desconfortos pessoais.

Segundo Friedrich Nietzsche "A sensualidade ultrapassa muitas vezes o crescimento do amor, de forma que a raiz permanece fraca e arranca-se facilmente.”
Nil nos diz que "Sensualidade é um perfume que vem de dentro e a atração que realmente nos move não passa só pelo corpo...”

Assim como Nietzsche e Nil há muitos outros escritores que abordam o tema que é bastante amplo e interessante e do qual voltaremos a falar.


SENSUALIDADES

Há sensualidade
No ar
No jeito de ser
Na forma de olhar
No vestido
Colado no corpo
No perfume
Que se faz marca
Na voz sussurrada
Que te faz delirar
Há sensualidade
No beijo
Que alimenta
O desejo
De mais e mais
Poder te tocar
Há sensualidade
Nos jeitos
Trejeitos
Na forma audaciosa
De amar
Há sensualidade
Muita sensualidade
Pairando no ar

Clau Poeta
28/10/2013

4 comentários:

soninha porto disse...

Minha amiga poeta, que bem colocada a questão, por isso teus sensuais são tão admirados, teus sensuais exalam sim perfume. Bjs.

Reggina Moon disse...

Clau, um dos grandes problemas é a linha tênue que separa a vulgaridade da sensualidade...eu, particularmente, prefiro o sensual...e existem poemas eróticos belíssimos.Vai do gosto de cada um.Bela explicação e verso!Beijos!.....RMoon

Rosangela S Goldoni disse...

Há que se ter bom senso mas não há como mensurá-lo.
Um texto bem costurado e uma belíssima poesia a ilustrá-lo.
Parabéns, Clau!
Bjs

Clau Poeta disse...

Minhas amigas queridas, por problemas particulares não tive mais acesso ao Portal não podendo agradecer a visita de vocês. Aproveito a ocasião para fazê-lo. Obrigada pela presença e carinho ao virem ler e deixar estes deliciosos recadinhos.
Beijos e Feliz dia Internacional das Mulheres!

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons