27 agosto 2013

Poema PELA CRUZ, PELA ESPADA 3º lugar Concurso De Vidas Secas a Gabriela Promoção CCSP e Poemas 2013






PELA CRUZ , PELA ESPADA

De um instante, um quase nada,

Um desabite-se dessa morada,
Um silencio, um gesto, uma palavra,
Enche tanto o coração de mágoa
E o copo transborda pela gota d'água...

A alma, perdida num labirinto escuro,

Afogando-se na dor, esse obscuro
Senso de não mais saber o que fazer...
O corpo foge de tudo, na fraqueza,
O redemoinho de tamanha incerteza...

Essa vontade de antes e que se esvai,

Vendo algo prestes a cair e não cai,
Sem forças que o impeça, não se quebre...
Há uma tristeza impassível, sem nome,
Circundando de solidão e de abandono...

A vida não mais distingue se vale a pena!

PETÚNEA


Telma Moreira


Artista Plástica e Escritora do Rio de Janeiro

3 comentários:

soninha porto disse...

Olá amiga, que sucesso hem! Parabéns!

Telma Moreira disse...

Amada!
Participar do Concurso, como em tantos outros, foi uma honra pra mim...Ser classificada mais ainda! Você me conhece e sabe como fico emocionada e sem palavras por essas surpresas boas (creio que minha timidez juvenil nunca me abandona...rs), chego a ficar sem fôlego, parece que a alma precisa de "um gole d'água" ou do precioso tempo de digerir...É o coração que sente uma infinidade de emoções indescritíveis! Agradecer é pouco... Ter esse destaque no seu blog é imensamente gratificante pra mim e eu fico "boba" assim...Beijos e beijos! Obrigada por me permitir ser "Poemas à Flor da Pele"!

Rosangela S Goldoni disse...

Parabéns, Telma Moreira,
talento que enaltece a Poesia Contemporânea Brasileira!

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons