17 setembro 2012

TUDO DEVIA SER SIMPLES...


TUDO DEVIA SER SIMPLES... 

Simples
Como olhar uma estrela
Colocar os pés no riacho
Olhar um pássaro fazendo ninho
Uma flor se abrir
É o amor que eu queria ter 

Andar de mãos dadas
Passear na beira da praia
Fazer piquenique nos campos
Comer frutas frescas no pomar
Beijar na boca e namorar... 

Simples assim
Como ter uma casinha no campo
Fogão à lenha com água sempre quente
E quando a visita chegar
Fazer um café ardente 

Por que será que não dá?
Por que será que nem tudo acontece?
Enquanto isto a vida passa
A vontade esmorece e o que era para ser simples
Dentro da nossa cabeça vai complicando
E a gente sem perceber envelhece... 

Mário Feijó
16.09.12

 

0 comentários:

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons