25 setembro 2012

AMOR SEM PREÇO


AMOR SEM PREÇO 

Algumas vezes
Eu queria um amor
Desses descartáveis
Ser feliz por uma noite 

Sair e comprar um amor
E usá-lo da maneira que quiser
Fazer-se feliz e depois...
Depois jogar fora... 

Mas o problema é que
Eu não gosto de coisas descartáveis
E muito menos de um amor deste tipo
Em que a gente paga por prazer... 

Eu gosto de beijar na boca
Eu gosto de tocar no corpo
Eu gosto de sentir a alma
E isto são coisas que não têm preço... 

Mário Feijó
25.09.12

0 comentários:

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons