C’est moi!


Nem flor

nem espinho

mulher apenas.


Clau Assi

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Tão sucinto... E no entanto, tão profundo... Parabéns!!!

    ResponderExcluir

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!