30 setembro 2011

CANÇÃO DO TALVEZ




Talvez eu encare a causa,
talvez.

Talvez a guerra me sensibilize,
talvez.

Talvez a criança faminta me umedeça os olhos,
talvez.

Talvez a dor do mundo doa em mim,
talvez.

Talvez eu faça o que devo
talvez eu esqueça o fim
talvez eu recomece
talvez.

Talvez eu pinte a cara e passe despercebida
talvez.

Mas talvez...
só talvez...
eu deixe as cores do mundo em mim se refletirem

então serei verde esperança
azul do céu
vermelho paixão
e branco da paz.

Talvez minha mão se una a sua.

Talvez...

Clau Assi

0 comentários:

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons