28 setembro 2010



CORDEL DE FLORES

.

.

Você manda tantas flores,
Esplendores do meu dia.
Perfumadas, tão bonitas,
Submersas em magia…

Tantas flores já mandaste
- Perdi a conta, sabia?
Enfeitei todinha a casa,
E entre elas me escondia.

Se não sobrar mais lugar
Para guardar todas elas,
Depois de enfeitar a casa,
Ponho em todas as janelas.

Se mesmo assim não couberem
Não me preocupo não...
Reservo sempre um lugar
Dentro do meu coração!

Se ainda sobrarem flores
Encho os vasos do jardim
E coloco aos pés da santa,
Arrumadinhas… assim…

Enfeito até meus cabelos,
Coloco no meu chapéu.
Na pipa, uma rabiola,
Vai levar flores pro céu.

Mas se sobrarem ainda,
Muitas flores, veja bem…
Se você me permitir,
Dou de presente pra alguém…

Esse alguém que eu amo tanto,
Das rosas despetaladas,
Fará tapetes de flores,
Para cobrir nossa estrada.

Eu tive assim uma idéia
“Loucuras de quem se ama”,
Jogar pétalas de rosas
Para enfeitar nossa cama!



Mírian Warttusch

0 comentários:

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons