28 setembro 2010

.

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
ENTRA, POR FAVOR

Que felicidade! Abri a porta...
Deixei-te entrar, afoito, em minha vida.
Não quis deixar-te do lado de fora...
Entraste, e me chamaste de "querida"!

Todas as portas se abriram para mim,
Mensageiro tu foste da vitória!
Tudo mudou, teve sentido a vida,
Entraste pra compor a minha história.

Deixei-te entrar e tu nem mesmo creste!
Deixei-te entrar e te surpreendeste...
Deixei-te entrar quantas vezes bateste.

Deixei-te entrar, como o clarão da lua,
Deixei-te entrar, assim, minh’alma nua...
- Deixei-te entrar, para que eu fosse tua!


Mírian Warttusch
.

0 comentários:

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons