28 setembro 2010


.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
O QUE TE FALTA É AMOR…
Mírian Warttusch

Tu pensas que podes me prender eternamente?
Meu coração tu cercaste com farpado arame.
Só estou esperando uma brecha, uma somente,
Pra te deixar e não voltar jamais, homem infame!

Dilaceraste minh’alma de forma irreversível,
Pensando que o amor se mantém com agressão.
Será tarde demais – e isto é bem compreensível
Quando eu me for para curar meu pobre coração.

Não será fácil, eu sei, desse teu jugo eu me libertar ,
Nem arrancar do peito esse atróz e cruél sofrimento.
Mas quando te distraíres, vou fugir pralgum lugar,
Para não mais te permitir esse espezinhamento.

Fizeste de mim uma prisioneira sem nenhum direito,
Vivo ansiando por vingança, alma repleta de rancor…
É tão vil e torpe, o que tu julgas ser conceito,
Machismo não te falta; o que te falta é amor…
.

0 comentários:

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons