05 agosto 2010

BEIJO DE LUZ AZUL

Menino Pedinte, obra de Juliana Motzko

BEIJO DE LUZ AZUL
Oswaldo Antônio Begiato

tirei de meus armários
os esqueletos empoeirados
e ao tempo confiei para airá-los

vesti-os com flores amadurecidas
e estrelas prateadas caídas do espanto
nos olhos deixei entrar verdades cristalinas
e aqueci os ossos com abraços incandescentes

dentre todos eles muitíssimo belos
escolhi para mim um pequenino
mirradinho e caladinho
que tinha no sorriso uma noviça ilusão
de onde partia em direção à minha boca
um beijo de luz azul

um beijo infinito de luz azul

0 comentários:

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons