25 maio 2010

Auto-retrato

O espelho em silêncio
responde minhas perguntas
diz como o outro me ve.
Reflexivo e autêntico,
sem direito nem avesso.
O registro da auto-imagem
reforça a identidade.
Fujo da caricatura
que o tempo risca pra mim
mas dessa ninguem escapa
nem da amiga impiedosa...

Olhar para dentro assim
num mergulho provocador
torna possível a busca
potencialidades da viagem
neste caminho complexo
e o monólogo estabeleço.
Amarro o fio condutor
no desenho que aparece
desígnios em grafite,
na linha o traço tem cor...
Na exposição das feridas
sou meu próprio curador.

Gladis Deble
Bagé / RS

3 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Diante do espelho, o encontro consigo mesma, diante da vida.
Bjs leva ao crescimento

marcinha disse...

Gladis
Belo poema. É bom a participação variada. Bjs

Gladis disse...

Obrigada Wanderley e Marcinha fiz o auto-retrato
e não sabia onde largar, como temos fases de
querer compartilhar eu o trouxe para cá ,fou bom
recebi o comentário de voces. Gracias!

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons