30 abril 2010

LÁGRIMAS TATUADAS

Havia muitos anos
Que meus olhos não vertiam
Mais uma lágrima sequer...

No entanto desde que partiste
As saudades fizeram com que
Minhas lágrimas brotassem
Tatuadas com tuas lembranças...

Eu pensei que não choraria mais
Que meu coração ficara calejado
Diante de tantas agruras vividas
Depois de tudo que eu tenho sofrido...

Amei-te perdidamente de uma forma
Como jamais pensei pudesse amar
E como um tufão a vida deu uma guinada
Deixando em meu rosto lágrimas tatuadas...

Mário Feijó
30.04.10

0 comentários:

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons