03 fevereiro 2010

AMOR E PUDOR

Eu já errei por amor
Já errei por pudor
E por medo de amar

Deixei de amar por pudor
Tinha medo de pecados
E me proibi ser feliz

Amar não é pecado
Não virei despudorado
Tomei consciência de mim mesmo
E não me importo mais com os outros

Não é possível amar
Sem ser amado
Amar não é transar e virar pro lado
O amor vai muito além de uma cama

Mário Feijó
03.02.10

Comentário: Tão simples e tão complexo é o amor... Têm vezes que basta amar, noutras o ser amado exige muito mais que aquele que ama pode dar. Nisto aprende-se e sofre-se... Alguns dão tudo de si pelo amor e pelo ser amado... Outros não dão absolutamente nada. Muitas vezes aqueles que dão mais cedo ou mais tarde se arrependem e querem de volta a parte de si que doou... assim é o amor, cheio de mistérios e tão absolutamente claro...

0 comentários:

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons