02 dezembro 2009

A língua é minha pátria (*)

Vocês já repararam na sonoridade da palavra gratidão? Mais do que o seu significado e sim o sopro que venta nos ouvidos de quem a ouve. Tem algum vocábulo mais emocionante do que saudade? O sentimento de sentir saudade, a falta de alguém ou de algo, a quem se estava acostumado ou utilizava muito frequente, que é a saudade triste porque não concedemos a partida. Ou a saudade de recordar tempos, amores ou situações que nos deixaram felizes e, hoje, cultuamos com carinho.
A Língua Portuguesa, a Flor do Lácio, inculta e bela, é recheada de palavras sonoras, melódicas e próprias, isto é, que sobrevivem sozinhas. Ou não. E tem vocábulos que se submetem a uma majestosa composição de palavras. Um exemplo é quando uma vogal, exibida por considerar-se mais importante, visto que ela existe em menor número no alfabeto (pode achar-se em extinção), une-se a uma consoante e forma uma família com um significado múltiplo.
A expressão, “Última Flor do Lácio, inculta e bela” é o verso de um poema de Olavo Bilac, poeta brasileiro que também ouvia estrelas, para designar o nosso idioma. A interpretação seria de que a portuguesa é considerada a última das filhas do latim, inculta por culpa daqueles que já a castigavam (falando e escrevendo errado) - e vejam que escapou do gerundismo - e ainda assim, permanecia na opinião do poeta brasileiro (1865/1918) como a mais bela.
Tão cheia de mistérios, a Língua Portuguesa não é falada somente em Portugal e no Brasil. A língua, cuja origem retrocede ao latim falado na antiga Roma, inicialmente por um povo que vivia no Lácio, é a língua oficial de Portugal, Arquipélago dos Açores e Ilha da Madeira; Angola, Guiné-Bissau, Moçambique, Arquipélago de Cabo Verde e Ilhas de São Tomé e Príncipe (África), Macau (Ásia) e Timor Leste (Oceania). Sim, é claro, e no meu Brasil brasileiro, do Oiapoque ao Chuí.
E, apesar de ser a mesma língua, apresenta-se com variações surpreendentes. Em Portugal, raparigas tem o significado de mulher de pouca idade. No Brasil, rapariga é um termo que, dependendo da região, quer dizer mulher que trabalha na prostituição ou “trabalhadora do sexo”, mais politicamente correto. Mais: no Brasil chamamos esparadrapo e em Portugal, adesivo; secretária eletrônica brasileira é atendedor automático em além-mar e camisinha brasileira é durex.
Sempre tive uma paixão pelas palavras da Língua Portuguesa. Desde adolescente, pesquisava nomes estranhos para colocar no time de futebol que iria parir. Meus rebentos chamar-se-iam (em homenagem ao Lácio) Hipotenusa (todos sabem o que é), Hermitage (o nome de um edifício), Clorofila (lindo), Prepúcio (logo se mataria), Niilismo, Gentamicina, Onomatopéia, Pleonasmo e tantos outros. Por sorte, adulta fiquei menos louquinha e tive uma única filha com o lindo nome de Gabriela.
Esta relação amigável com a Língua Portuguesa ganhou um novo capítulo com o convite feito pela amiga Soninha Porto para assinar, no blog da Poemas à Flor da Pele, uma coluna de tema livre, mas, a princípio, com dicas sobre a nossa língua mãe. Não sei muito, nem tudo. Nem quero. Sou metida, resultado da profissão de jornalista, que requer o conhecimento da língua portuguesa. Sou curiosa, em razão da aptidão para escrever que me exige aprender cada vez mais. E sou inquieta, característica geminiana que me faz indagar, pesquisar, procurar, apostar no movimento.
Assim como um dos heterônimos de Fernando Pessoa, o Bernardo Soares, entendo que a língua é minha pátria. Por isso, aceitei o chamado de Soninha Porto. Para aprender mais e dividir um pouco o saber. Para dizer que a palavra gratidão sempre vem associada à Soninha Porto, quando vejo minha curta trajetória no mundo poético. E por isso, chamarei sempre esta coluna de “A Última Flor do Lácio”.

(*) Márcia Fernanda Peçanha Martins, jornalista, escritora, poeta, moderadora da comunidade no Orkut Poemas à Flor da Pele e Tecendo Arte na Rede

1 comentários:

Rita Helena Neves disse...

Meus parabéns! Simplesmente, Márcia Fernanda Peçanha Martins!

Rita Helena Neves

Postar um comentário

POEMEM-SE SEMPRE!
SEJAM BEM-VINDOS!

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons