02 setembro 2014

Sua Canção... (do coração)

Sua Canção... (do coração)

" Transformar o mundo (o seu mundo)
Em uma canção...
Cada nota sentida
Como se fosse tudo
O tudo que ouviu,
O tudo que viveu
E o tudo que ainda está por vir
E querer dividir, o seu mundo
Para o mundo que escuta
Sua vida em uma canção..."
Dú♥Karmona®

ps.: homenagem ao amigO Julio Cesar de Souza - que mesmo sem audição, dribla a vida e dá um show de sensibilidade À Flor da Pele!
 -Jogadas da Vida

29 agosto 2014

POEMAS À FLOR DA PELE NA BIENAL SÃO PAULO

Dia 24 de agosto de 2014, ficou na história da Poemas à Flor da Pele.
O grupo esteve na 23ª Bienal Internacional do Livro de São`Paulo, no estande G 699 da Editora Delicatta de Luiza Moreira,parceria que começou lá no ORKUT em 2006.
Brilharam com autoras como Marcia Tigani, escritora de São José dos Campos (SP), com seu novo livro, Navegações e paragens; como Basilina Pereira, escritora de Brasília (DF), com o novíssimo A sombra das palavras, com Jania Souza, escritora de Natal (RN), com Lápis & Boca (sentimento) e Sonia Medeiros Imamura, escritora de Andrelândia/Búzios (MG/RJ), com a III Antologia Poetas Fazendo Arte em Búzios (Editora Somar).
O grupo Poemas estava representando os autores que participaram da Antologia Poemas à Flor da Pele, volume 8, da Editora Somar.
Lá estiveram alguns dos seus escritores como Celma Capeche (RJ), Claudete Silveira (Diretora Geral RS), Dora Dimolitsas (Coordenadora SP), Dú Karmona (SP), Jania Souza (RN), Manu Dijin Cristina (SP), Marcia Tigani (SP), Pinheiro Neto (Conselheiro SC), Reggina Moon (SP), Rosângela de Souza Goldoni (RJ), Sandra Vieira (SP),  Sol Figueiredo (RJ), Sonia Medeiros Imamura (MG), Soninha Porto (Presidente RS) e Telma Moreira (RJ).
Amigos vieram de toda parte como a adorável Ci Caporicci, prestigiando os grupos Poemas e Poetas Fazendo Arte em Búzios, a talentos sócia Poemas, Clau Assi, de Barueri (SP), a queridissima Elza Ghetti Zerbatto (SP), que já participou de nossas antologias, o ilustre Selmo Vasconcellos, descobridor de talentos,  de Porto Velho (RO) e a amorosíssima e talentosa Sigrid Spolzino de Brasília (DF).


























Ainda circularam por lá, lançando livros e compartilhando momentos com a Poemas, Izabella Pavesi, de Florianópolis (SC) e a premiadíssima escritora Sol Figueiredo, lançando seus livros, em 2ª edição, Amo Amar você (Editora Garcia Edizioni) e Um raiar de Sol em amor (Editora Somar).

Centro Cultural São Paulo e Poemas à Flor da Pele

Estive pela primeira vez num evento Poemas à Flor da Pele em São Paulo, no ano de 2009, quando Doroty Dimolitsas,  já representante do movimento, realizou um encontro naquela oportunidade,  na Casa das Rosas, a convite de Frederico Barbosa, escritor e Diretor da Casa.
Foi um espetáculo emocionante, daqueles de nunca mais esquecer. 

Ali firmei laços tão profundos com os amigos que lá estiveram, que alimentam-me a alma até hoje, aquela visão do teto coberto de rosas, acompanha-me sempre. 
Lá estiveram entre tantos amigos do ORKUT, Jorge Vargas, Clau Assi, Verluci Almeida, Duda  (saudades!), Mell Glitter, Fátima Queiroz, Joyce Neia, Enise, Kema O'liver, Lucia Gonczy e Arlete Bistocchi, alguns bem presentes ainda, outros nem tanto, mas estão todos aqui no meu coração. 
Naquele momento, no mês de julho,  comemorávamos 3 anos de atuação, saindo do virtual para o real.
Éramos pioneiros em encontros como esses e fazíamos a grande festa da poesia.
Passados 5 anos daquele dia memorável, estamos de novo em Sampa, para realizar mais um evento Poemas, onde, hoje,  como Presidente da Associação Cultural Poemas à Flor da Pele criada em 2011, e desde este ano com contrato assinado por Doroty Dimolitsas, nossa Coordenadora /SP, com Centro Cultural São Paulo. É a glória! 
A Sala Adoniran Barbosa, com todos os equipamentos de som, luz,   telão e técnicos à disposição, nos abraça e ilumina-se para promover a arte e a cultura. Foi divino!
Este dia 22 de agosto me emocionou, é muito talento junto, é  a arte do encontro, da amizade da música, do canto e poesia. É muita arte e cultura sendo espalhada pelos ares de São Paulo, coisas que jamais pude prever lá nos meus delírios poéticos nos bate-papos do ORKUT, quando comecei em 2006.
A Diretora Geral Poemas, Claudete Silveira, acompanhou-me, vindas de Porto Alegre/RS.
Estávamos emocionadas e boquiabertas com o que conseguimos realizar. É um sonho que acontece todos os meses ali, onde gratuitamente levamos o melhor para o público.
Vieram especialmente de outros estados representantes do grupo Poemas, tornaram-se meus cúmplices deste momento de rara  beleza e emoção, entrelaçamo-nos com a amizade, a poesia e a música e saímos todos certos de que fazemos a diferença.
A Basilina Pereira e Sigrid Spolzino Porto Pontes, de Brasília/DF), a  Celma Capeche, Maria Do Carmo Bomfim, Rosângela Souza Goldoni (Niterói) e Telma Moreira do Rio de Janeiro e o Conselheiro Pinheiro Neto  de Florianópolis/SC.
De São Paulo, da Associação Poemas estiveram presentes com sua poesia, Dú Karmona, Sonia Regina Parmigiano e Eliane Bezerra.
A Poemas agradece aos colaboradoras Lúcia Monteiro, Edson Monteiro e Marcos Bertazza (fotógrafos) e ao escritor e web designer Jairo Alves que vem todos os meses de São Vicente para o evento. 
Naquela noite a escritora Madalena Daltro lançou seu livro Chiklit 2. 
Agradecemos também ao músico Bill Brasil que brilhou com sua guitarra, junto com Li Guariglia no teclado, cantando e tocando suas músicas, entre elas Roda Gigante.
Julio Cesar de Souza, ex jogador do Corinthians, com deficiência auditiva, apresentou um concerto de piano, super especial aos presentes junto com a belíssima e talentosa cantora Ivni Freitas. 
Ele falou sobre o Projeto Jogadas da Vida, que atende atualmente 200 mil crianças com dificuldades auditivas. Este foi um dos pontos altos do evento, onde todos ficaram muito emocionados com a sua exposição sobre o projeto, como foi sua trajetória como jogador, a doença que lhe acometeu, como reverteu em seu benefício e como pode, atualmente, ajudar outras pessoas, principalmente crianças.Maravilhoso!
Assistimos aos shows musicais de Seo Xico,  violinista, dos músicos Rosina Santana, SP-Ramos e Marcos Antonio Fernandes Araújo. 
Adriano Adiala, violinista e gaitista de fama internacional esteve imperdível e sempre que pode prestigia o Projeto Poemas à Flor da Pele, nesta noite acompanhou SP-Ramos e Dú Karmona em suas apresentações. Belo exemplo de generosidade.
Os poetas deram shows: Joel Oliveira com a poesia Alquimia, Jorge Esteves, Mavot Sirc, Vôgaluz Miranda, Makenzo Kobayashi, Ethel Naomi, Arturo Contreras OGringo da Cuíca e Neuza Pommer. Bárbaros em suas performanfes. 
A Poemas à Flor da Pele é um movimento literário que agrega todas as manifestações artísticas: teatro, música, dança e está caminhando a passos largos para os seus 9 anos. Em outubro promete grandes novidades, em evento de rua, num momumento que está sendo restaurado, aguardem.
Estes momentos maravilhosos me arremetem sempre ao princípio da jornada:
Alguém acredita em meu sonho, Seu nome? Doroty Dimolitsas.

Soninha Porto
Poemas à Flor da Pele
heisoninha@gmail.com


Dora Dimolitsas (SP) e Soninha Porto (RS), escritoras e promotoras culturais do movimento Poemas á Flor da Pele 

Rô de Souza Goldoni, escritora  (Niterói/RJ)



Basilina Pereira, escritora,  Brasília/DF


Noite de 22 de agosto de 2014 no CCSP 

Da esquerda para a direita Reggina Moon (SP), Sigrid Spolzino (DF), Clau Silveira (RS), Soninha Porto (RS) e Telma Moreira (RJ), escritoras

Makenzo Kobayashi performance poética das boas (SP)


Telma Moreira, escritora (RJ)

Marcia Tigani, escritora (SP)


Julio Cesar de Souza, pianista, ex jogador, projeto Jogadas da Vida (SP)


Dú Karmona, escritora (SP)

Pinheiro Neto, escritor (SC)

                                                          Júlio Cesar de Souza, em mais um detalhe.

                                                                 Mavot Sirc, performance poética das boas (SP)

Adriano Adiala, músico (SP)

Ivni Freitas, cantora (SP)

Jairo Alves escritor, web designer (SP) 

músicos Bill Brasil, na guitarra, com Li Guariglia no teclado (SP)

                                                                  detalhe do performista 
 Mavot Sirc

Histórias de Domingo



Histórias de Domingo

Aos domingos inventava alguma história.
Deitada na cama
rodeada de filhos,
a galinha e seus pintinhos.
Inventei o tal Alberto
motorista dos Correios:
relatava um trajeto,
encomendas e defeitos
na sua Comble* amarela
(da minha janela
descortinava-se o estacionamento).

E foram tantas as histórias
e tão poucos domingos,
o tempo perdeu-se nas horas
de um ponteiro furtivo...
Apenas as lembranças
daqueles momentos no ninho.


*Comble (Kombi, segundo a pronúncia do meu filho à época)

©rosangelaSgoldoni
27 08 2014

RL T 4 939 039

15 agosto 2014

Código de Honra das Mulheres Celtas


Código de Honra das Mulheres Celtas


Ama teu homem e o segue, mas somente se ambos representarem um para o outro o que a Deusa Mãe ensinou: amor, companheirismo e amizade.

Jamais permita que o seu coração sofra em nome do amor. Amar é um ato de felicidade, por que sofrer?

Jamais permita que seus olhos derramem lágrimas por alguém que nunca fará você sorrir.

Jamais permita ouvir gritos em seus ouvidos. O Amor é o único que pode falar mais alto.

Jamais permita viver na dependência de um homem como se você tivesse nascido inválida.

Jamais permita que a dor, a tristeza, a solidão, o ódio, o ressentimento, o ciúme, o remorso e tudo aquilo que possa tirar o brilho dos seus olhos a dominem, fazendo arrefecer a força que existe em você.

E, sobretudo, jamais permita que você mesma perca a dignidade ser mulher.

Oração ao Tempo

Oração ao Tempo

Reggina Moon

Tempo!
Dono do destino
soberano Senhor da razão
que nos ensina a viver
onde a cada novo amanhecer
nos renova e floresce a alma!

Tempo!
Dono da razão
faz-se dono de nossa emoção
de tão imperfeitos que somos
orienta-nos com tua paz
para que possamos escrever em versos
todo amor que não tivermos!

Tempo!
Dono da verdade
na sagrada palavra escrita
e na poesia de todos os dias
sejamos um só coração
nas bênçãos do amor verdadeiro!


10 agosto 2014

Oração à meu Pai !

Oração à meu Pai!

Não sei ao certo para onde foi
Mas sei por que veio...
Foi meu grande farol
Eternizando uma luz no meu caminhar...
Em minhas escolhas,
Foi grande, forte
E herói...
Foi meu Jesus
Fez minha fé
Sanou meus medos...
Meus pesadelos
E até meus pecados...
Meus erros criticados
Mas no fundo compreendidos...
Tudo que quis desde o começo
E o que quis até o fim...
Pai, ainda sou tua menina!
Não é mais palpável...
Mas ficou no meu abraço
Em meus tantos segredos
Contados e vividos...
Não são cômodos vazios,
Pensados, em ecos gritantes
Que te eterniza...
É a voz forte que ainda ouço
E me dá a direção
Que trepida em meu peito...
Teu sangue que corre em minhas veias!
Tantos olhares trocados
Sentidos, ouvidos e açucarados...
Virou pingos de estrela,
Deixando luz no meu caminhar...
Não sei para onde foi ao certo
Mas, Pai, sei que ficou...

DúKarmona®

Fale Conosco!

Nome

E-mail *

Mensagem *

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons